Centro de Cuidados e Convivência para crianças com necessidades especiais em São Miguel

21 de dezembro de 2020

A+ A-

Crianças com paralisia cerebral do município de São Miguel têm, a partir hoje, um espaço para o pré-escolar e uma resposta individualizada.

 

Trata-se de um Centro de Cuidados e Convivência denominado “O Cantinho da Daiane”, uma criança, agora com 4 anos, cuja estória inspira o nascimento do centro.

Daiane tem paralisia cerebral. Há um ano procurava acompanhamento psicológico e respostas para habilitação e reabilitação. Soluções que a Associação Acarinhar estava pronta a dar, duas vezes por semana na Praia, mas que, por causa da distância, entendeu levá-las à Daiane.

É neste sentido, explica a presidente da Acarinhar – Teresa Mascarenhas –, que surgiu a ideia da criação do “Cantinho da Daiane”, como forma de responder, localmente, às necessidades desta criança. 

O “Cantinho da Daiane” é um Centro de Cuidados, onde, também, as crianças vão frequentar o pré-escolar.

O centro é um projeto piloto que deverá vir a ser replicado em outros municípios do país para mais dignidade, direitos, bem-estar e melhor inclusão das crianças com deficiência.

Em São Miguel, este Centro de Cuidados e Convivência, que vai ser aberto hoje, garante a presidente da Acarinhar, tem todas as condições para atender as crianças com paralisia cerebral e outras deficiências.

 

Hermen Alfredo - RCV

Disponibilizado online - Multimédia/RTC

Peça na íntegra, pela jornalista Hermen Alfredo - RCV


Artigos Relacionados