Cabo Verde perde com Marrocos (69-72) e adia apuramento para Afrobasket

18 de fevereiro de 2021

Jeff Xavier, melhor marcador da equipa com 21 pontos [foto: fiba.basketball]
A+ A-

A seleção nacional de basquetebol perdeu, esta manhã, frente a Marrocos, por três pontos de diferença, no primeiro jogo da segunda volta do torneio de qualificação para o Afrobasket Ruanda 2021.

Com esta derrota, Cabo Verde desperdiçou a oportunidade de garantir, logo esta quinta-feira, a qualificação. Mas, tudo continua em aberto.

Uma vitória da seleção nacional frente aos marroquinos colocava logo o carimbo no passaporte para o Afrobasket Ruanda 2021. Mas, a decisão fica adiada, por conta dos três pontos de vantagem com que Marrocos derrotou Cabo Verde 72 – 69, com os instantes finais a serem empolgantes.

Cabo Verde até começou muito bem. Esteve sempre à frente no primeiro período, que venceu por 23 -16. No segundo quarto, os marroquinos foram superiores, ultrapassaram o combinado nacional e chegaram ao intervalo a ganhar por 36 – 33.

No terceiro período, emergiu novamente um Cabo Verde muito forte, marcando 21 pontos contra apenas 8 do adversário. Por essa altura o placar estava em 64 -54 para a turma nacional.

No quarto e decisivo período a seleção nacional claudicou e permitiu que Marrocos fizesse o melhor quarto de todos, anotando 28 pontos contra 15 de Cabo Verde e fixar o resultado final em 72-69.

Na sala de imprensa, o treinador-adjunto da equipa nacional, Danielson Miranda “Mutombo”, reconheceu que faltou concentração à equipa em momentos-chave.

“Temos de saber controlar as emoções do início ao fim do jogo. Penso que falhámos neste aspeto, em alguns momentos cruciais da partida. São aspetos que vamos ter de melhorar nos outros dois embates, com Egipto e Uganda”, declarou.

O armador Jeff Xavier foi o mais produtivo da equipa nacional ao marcar 21 pontos. Ainda ganhou 4 ressaltos. Bom desempenho, também, de Ailton Marques que anotou 15 pontos e ganhou oito ressaltos.

A seleção nacional volta a entrar em cena no sábado para defrontar o Egipto. No domingo, fecha esta fase decisiva, medindo forças com Uganda.



Artigos Relacionados