Forças Armadas continuam a ser instituição em que os cabo-verdianos mais confiam

19 de fevereiro de 2021

A+ A-

Os cabo-verdianos continuam a confiar nas instituições e no desempenho das entidades eleitas, mas o nível de confiança tem estado a perder a robustez de anos anteriores particularmente 2008 ou 2011.

As Forças Armadas continuam a ser instituição em que os cabo-verdianos mais confiam.

A conclusão está refletida no último estudo sobre qualidade de democracia e boa governação realizado com base em inquéritos feitos em dezembro de 2019 pela Afrobarómetro em parceria com a Afrosondagem.

José Semedo, da Afrosondagem, aponta vários motivos para a redução dos níveis de confiança a nível mundial. A começar pela satisfação cada mais reduzida da situação económica passando pelos níveis de corrupção.

A segunda instituição com maior índice de confiança, neste momento, é a Presidência da República, mas a perder pontos comparativamente aos estudos anteriores, 57% em 2014, 49 em 2017 e 50% atualmente.

O estudo sobre a qualidade da democracia mostra que a Comissão Nacional de Eleições também tem estado a perder pontos, 45% em 2014, 43 em 2017 e 42%  em 2020.

O Primeiro-ministro também tem perdido pontos, de 58% em 2014 estando o PAICV a liderar o Governo. Depois para 77% no início do mandato do atual Chefe do Governo e em 2020 nos 40%.

Os vereadores também perdem pontos no desempenho passado de 41% em 2014 para 34% atualmente.

O diretor-geral da Afrosondagem faz notar a tendência generalizada, os cabo-verdianos penalizam a atuação dos políticos seja em termos de confiança seja no momento da avaliação do desempenho das instituições eleitas.

O próximo subtema do estudo sobre a qualidade da democracia trata de questões económicas.