Governo decide continuar Estado de Calamidade em todo o país por mais 30 dias

28 de maio de 2021

Ulisses Correia e Silva, Primeiro-ministro de Cabo Verde
A+ A-

Governo decide continuar com o Estado de Calamidade em todo o país por mais 30 dias, agora alargado à ilha Brava que não tinha sido abrangida. O Executivo garante que a fiscalização vai continuar e no mês de junho, vai-se intensificar ainda mais a vacinação, pois o país receberá mais de 180 mil doses de vacina, tanto da Aztrazeneca como da Sinovac.

O Governo reconhece que a tendência é para a diminuição e estabilização do número de novas infecções por covid-19, mas considera que é preciso baixar ainda mais. Por isso decidiu continuar com o Estado de Calamidade, desta feita em todas as ilhas do país, inclusive na Brava.

A fiscalização intensiva visando o cumprimento das normas sanitárias vai continuar já que é do interesse do país debelar o surgimento de novos casos, afirma o Chefe do Governo.

As ações de sensibilização irão também continuar e vai-se continuar a envidar esforços para se acelerar o ritmo da vacinação, inclusive haverá mais doações de vacinas, garantiu Ulisses Correia e Silva.

Por isso, o Chefe do Executivo incita as pessoas das faixas etárias e dos grupos já divulgados a se inscreverem e a se deixarem vacinar. Segundo Correia e Silva o esforço e comprometimento deve ser de todos para que seja possível retomar a atividade económica.



Artigos Relacionados