Presidente da Republica apresenta queixa crime contra Péricles Tavares

30 de agosto de 2021

A+ A-

O Presidente da Republica dá entrada na manhã de hoje (30) na Comarca da Praia, uma queixa crime contra o cidadão Péricles Tavares que teve a candidatura presidêncial rejeitada.

Conforme a advogada do Chefe de Estado, a queixa é motivada por falsidades declaradas pelo senhor Péricles Tavares, com perfeita consciência de que disse algo que não é verdadeiro.

Segundo Lígia Fonseca, desde abril Tavares andou a fazer buscas, mas ele não encontrou e nem podia encontrar nenhum documento a provar qualquer outra nacionalidade de Jorge Carlos de Almeida Fonseca.

A advogada e 1ª Dama, garante que o Mais Alto Magistrado da Nação sempre teve uma nacionalidade por opção própria, política, nacionalista.

Conforme Lígia Fonseca, é crime previsto e punido no Código Penal, um candidato declarar que têm uma nacinalidade mas efetivamente tiver mais de uma. “Ele está a dizer que o Presidente da Republica cometeu um crime. Isto é uma calúnia. Ele vai ter que responder no Tribunal”, avança.

A advogada do Presidente da Republica diz esperar que seja interditada a Péricles Tavares que se proclama ter várias nacionalidades, a saída do País, para que ele não saia de Cabo Verde e assim futar-se a responder o processo.

 

RTC Online, com RCV

Texto: Marcos Fonseca