13ª Edição do Fórum de Macau: Cabo Verde elege quatro áreas por Cabo Verde

12 de novembro de 2021

A+ A-

Artes plásticas, música, artesanato e curta-metragem são as quatro áreas que Cabo Verde elegeu para a 13ª Edição do Fórum Cultural entre China e Países de Língua Portuguesa.
 
Junto do Secretariado Permanente do Fórum de Macau, Nuno Furtado, explica que a ideia é brindar a lusofonia e a comunidade macaense, em particular, com as várias vertentes da cultura cabo-verdiana. [áudio infra]
 
A abertura oficial da semana cultural da China e dos Países de Língua Portuguesa acontece hoje e as atividades deverão prolongar-se até meados do próximo ano.
 
A reunião ministerial do Fórum Macau tem lugar entre janeiro e março do próximo ano. O Delegado de Cabo Verde, Nuno Furtado, junto do Secretariado Permanente, confirma que está em agenda a aprovação de novas linhas orientadoras da cooperação entre a China e os países de língua portuguesa.
 
Reconhece ainda o representante de Cabo Verde no Fórum Macau que as restrições provocadas pela pandemia da COVID-19 têm afetado a cooperação.
 
Nuno Furtado garante que a comunidade cabo-verdiana, na Região Administrativa Especial de Macau, é estável. O delegado de Cabo Verde no Fórum Macau revela que cerca de meia centena de estudantes estão em Cabo Verde à espera de autorização de entrada em Macau.
 
O Fórum Macau é um mecanismo multilateral de cooperação intergovernamental e tem como objetivo o intercâmbio económico e comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, utilizando Macau como plataforma de ligação.
 
 
RCV - Disponibilizado online pela Multimédia RTC