Cabo Verde estreia com vitória na Copa de África das Nações

09 de janeiro de 2022

A+ A-

Os Tubarões Azuis entraram na sua terceira Copa de África das Nações, hoje (09) a vencer a Etiópia por 1 a 0, no Estádio de L' Olembé em Yaoundé, nos Camarões, pela 1ª Jornada do Grupo A.

Dirigida pelo Adjunto Humberto Bettencourt porque o Selecionador Pedro Brito (Bubista) está a recuperar da Covid-19, a Seleção Nacional apresentou-se desfalcada de onze atletas, entre eles, os experientes Vozinha que pela primeira vez falhou uma partida na CAN e Ryan que vai disputar a competição pela terceira vez.

Sem o habitual titular disponível devido a Covid-19, as redes cabo-verdianas foram defendidas por Márcio Rosa que teve uma estreia em alta competição muito tranquila.

Esta foi a primeira vez que Cabo Verde enfrentou a Etiópia que tem no seu currículo, um título de campeão, conquistado em 1962

 

O Jogo

Cabo Verde a pressionar e logo aos nove minutos, o avançado Júlio Tavares ganhou a bola a um defesa, avançou e foi derrubado na entrada da grande área. O árbitro angolano Hélder de Carvalho marcou livre directo e mostrou amarelo ao etíope Bayeh. Após ser chamado pelo VAR, reviu o lance, retirou o amarelo e mostrou vermelho directo ao jogador, deixando a Etiópia com menos um.

Dezoito minutos depois, Garry cruzou da direita e na tentativa de corte um defesa etíope quase introduziu a bola na sua baliza. Valeu a tenção do guarda-redes Shanko que mesmo apertado consegui desviar para canto.

Na sequência de um mau atraso de Pico, os etíopes criaram o seu maior lance de perigo na passagem do minuto quarenta e dois. Márcio teve de sair rápido da baliza para resolver o lance.

No tempo de compensação, num lance bem trabalhado, Stopira tocou para Dylan que cruzou largo para o segundo poste, onde apareceu Garry que assistiu Júlio Tavares para o único golo da partida e o primeiro na sua conta pessoal em três participações na prova máxima do futebol continental.

Na segunda etapa destaque para um remate de Kenny que Shanko defendeu pra frente e na sequência o juiz marcou fora de jogo.

Com a vitória, a segunda de Cabo Verde na história da CAN, os Tubarões Azuis somaram os três primeiros pontos e colaram na frente com os donos da casa, os Camarões que lideram por terem marcado dois golos, vitória por 2 a 1 de virada frente ao Burkina Faso.

A Seleção Nacional volta a entrar em campo, dia 13 de janeiro, feriado Nacional, para enfrentar Burkina Faso.

 

 

Ficha do Jogo:

CABO VERDE: 12 - Márcio (Gr); 17 - Steven Fortes, 4 - Pico e 2 - Stopira [Cap]; 22 - Jeffry, 5 - Nuno Borges, 10 - Jamiro (7 - Patrick, 75') e 16 - Dylan; 18 - Kenny, 19 - Júlio Tavares (21 - Vagni, 85') e 11 - Garry (25 - Willy, 67')

Não Utilizados: Élber (Gr), Diney e Delmiro

Equipa Técnica: Humberto Bettencourt (Treinador), Pedro Figueiredo (Director Técnico); Jorge Jesus (Treinador de Guarda Redes)

Equipa Médica: Humberto Évora (Médico), Silvino Monteiro (Fisioterapeuta)

Roupeiro: Leonel Rodrigues

Chefe de Segurança: Marcos

Oficial Média: Bruno da Moura

 

Por: Marcos Fonseca



Programação

Ainda esta Semana

Últimos Vídeos

Últimos Áudios

Artigos Relacionados