Provedor da Justiça visita Cadeia Central da Praia

10 de maio de 2022

A+ A-

Os atrasos nos pedidos de liberdade condicional, as condições das celas e o funcionamento da cadeia, são algumas das queixas recebidas pelo Provedor da Justiça.

Por isso, José Carlos Delgado vai hoje e amanhã às instalações da Cadeia Central da Praia, para constatar in loco os principais problemas apontados pelos reclusos.

Dimensionada para receber pouco mais de 600 reclusos, atualmente a Cadeia da Praia conta com 1115 prisioneiros, uma situação que preocupa o Provedor que visita essa instalação prisional, precisamente para atender as queixas dos reclusos. 

Outra situação que chamou a atenção de José Carlos Delgado e o atraso nos pedidos de liberdade condicional.

Os programas desenvolvidos pelos técnicos de reinserção social e os desafios que os mesmos enfrentam para um melhor encaminhamento dos reclusos ao mercado de trabalho é outro intento da visita. Doze reclusos devem, também ser recebidos em audiência pelo Provedor da Justiça.

 

RTC Online, com RCV

Artigos Relacionados